O complexo imobiliário que a Avenue está a construir no quarteirão da antiga casa Forte, na Baixa da cidade, vai contar com The Student Hotel de quatro estrelas.

A obra está a crescer na antiga e imensa cratera, com 15 metros de profundidade, que nos últimos anos subsistia no espaço da antiga Casa Forte, inserida no quarteirão de D. João I, na Baixa do Porto, a escassos metros da Avenida dos Aliados e do Mercado do Bolhão.

Quase três anos depois de ter adquirido o espaço ao BCP, e com os pisos abaixo do solo e as estruturas das áreas comercial e residencial já à vista, a promotora Avenue lançou esta quinta-feira, 24 de fevereiro, a comercialização do empreendimento Bonjardim.

O projeto conjuga habitação e retalho, num investimento estimado em 57 milhões de euros, e contará com uma unidade hoteleira de quatro estrelas, com cerca de 280 quartos, que ocupará uma área de 11.200 metros quadrados e será da responsabilidade do seu parceiro The Student Hotel, estando orçado em cerca de 30 milhões de euros.

A parte residencial do projeto conta com 93 apartamentos, com tipologias de T0 a T4, de 35 a 192 metros quadrados, distribuídos por uma área bruta de construção de 28 mil metros quadrados acima do solo, sendo que 13.250 são destinados a habitação, dos quais 17% serão desenvolvidos pelo seu parceiro hoteleiro como “branded residences”.

De acordo com os sites das imobiliárias responsáveis pela comercialização do Bonjardim – a Predibisa, a Luximo’s e a JLL -, os estúdios estão à venda por mais de 200 mil euros, enquanto alguns T4 custam mais de um milhão de euros. O preço do apartamento mais caro é de 1,312 milhões de euros.

Rodeado pela Rua do Bonjardim, Rua Formosa e Rua Sá da Bandeira, o Bonjardim contempla a construção de cinco novos blocos de edifícios e 16 lojas, as quais ficarão situadas nos pisos térreos.

Para estacionamento estão reservados três pisos subterrâneos, ocupando uma área de 21 mil metros quadrados, com capacidade para 499 lugares de estacionamento “e zonas distintas de uso exclusivo para residentes, e outra de uso público com 250 lugares”, sinaliza a Avenue.

O Bonjardim vai também ter uma praça central, com cerca de 2.500 metros quadrados, que irá “contar com zonas ajardinadas, esplanadas, cafés, restaurantes, lojas e serviços, com o objetivo de ser o novo centro de atração e convívio da cidade, acessível a todos”, enfatiza a promotora do empreendimento.

“É com grande orgulho que lançamos oficialmente o Bonjardim. Este lançamento simboliza a concretização deste projeto icónico, que após muitos anos com um futuro incerto, será finalmente realizado. O Bonjardim contribuirá para a merecida requalificação desta zona da cidade do Porto e para devolver o esplendor da Rua Sá da Bandeira, que já conta com a requalificação do Mercado do Bolhão”, realça Aniceto Viegas, CEO da Avenue.

Trata-se do terceiro investimento da Avenue no Porto, após o Aliados 107, que já está concluído, e o 5º Porto, que se encontra na fase final de construção.